segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Eu queria poder retribuir tantas coisas...

Da atenção que recebo a preocupação comigo,
Dos sorrisos a todas as situações que tem me cercado,
Da forma de se fazer presente a maneira de me tratar.

Mas não consigo.

E confesso que carrego uma certa culpa por isso.
A ponto me de questionar o que há de errado,
ou até mesmo se o erro está em mim ou em você.

Mas pra isso eu já tenho resposta,
sei que o erro é em mim e que não posso fazer nada pra mudar isso.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Eu viro as costas pra porta, há uma voz no ar dizendo
pra eu não olhar pra trás em nenhum momento.

Eu me sinto muito melhor agora,
e eu nunca mais vou ser exatamente a mesma que eu era.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Eu preciso conter minha impaciência,
minha pressa, minha inquietação pra conseguir tudo o que almejo.

Em alguns momentos me perco,
diante de tantas coisas as quais tenho resolver, que dar jeito.

Já melhorou sabia? Mas eu quero mais !

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Quando eu tô chateada com alguém,
não consigo olhar nos olhos,
não consigo direcionar as coisas as quais quero falar.

Sempre preciso de um tempo pra digerir.

Eu sou assim, aliás, sempre fui.
Problema de quem espera que eu tome outra posição.

Agora tudo vai mudar outra vez.

Confesso que me sinto atordoada,
me vejo diante de uma situação a qual desejei tanto
e agora não sei como agir.

Desaprendi a guardar mágoa, ressentimentos,
ou qualquer sentimento que possa me trazer alguma sensação ruim.

No peito uma luz,
me dizendo que no final eu vou conseguir.
Tolice a minha, pensar que não!

terça-feira, 26 de julho de 2011

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Com um armário cheio de roupas,
mas sem encontrar nada pra vestir...
Eu vou colocar uma maquiagem no meu rosto,
é hora de começar um novo dia!

E eu me pergunto em tom de brincadeira
Se o homem que eu amar vier na minha direção,
que caras vou fazer, o que devo dizer?

Imagens do que eu sinto por dentro,
minhas imperfeições, meus erros,
ninguém além de mim...

É que eu prefiro ficar sozinha algumas vezes,
olhar fixamente nos meus próprios olhos,
conhecer a mim mesma.

A opinião de ninguém me importa agora,
é a minha hora e ninguém pode mudar isso!

sábado, 23 de julho de 2011

"Manu, tia Manu, até de Mandú..."

E eu aqui, só registrando as peripécias dela!

quinta-feira, 21 de julho de 2011

"A Flor que vem me lembrar, a Flor que é quase igual
A Flor que muito pensa, a Flor que fecha ao sol
Parece a mesma Flor só muda o coração,
Quando se unem são a Flor que inspirou a canção...
Que dance a linda Flor girando por aí
Sonhando com amor sem dor, amor de Flor
Querendo a Flor que é, no sonho a Flor que vem
Ser duplamente Flor, encanta,colore e faz bem..."

Bela Flor (Maria Gadú)

quarta-feira, 20 de julho de 2011





Até imagino o tamanho da confusão...
Mas meu coração é grande e cada um sabe disso!

Obrigada por existirem em minha vida,
por serem os irmãos que Deus me permitiu escolher.

Amo, amo muito!!!
Feliz dia da amizade!!!

terça-feira, 19 de julho de 2011

É verdade, eu perdi a vontade de escrever...

Mas não aconteceu nada de diferente! Pelo contrário,a vida segue
com meus sorrisos, chiliques, provações.

Tenho feito tantas coisas,
agido de tantas maneiras que quando tudo termina
eu me pergunto se era eu mesma sabe?

Mas ao mesmo tempo,
tenho guardado outras coisas pra mim...
Minha mente trabalha mais, analisa tudo,
prefiro tornar tudo realidade ao invés de criar tanta expectativa,
me sinto com mais força, mais serenidade.

Devo estar amadurecendo, mas dessa vez é de alma e coração.
Tá tudo bem!

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Tenho me aborrecido com coisas pequenas...
O pior é que por saber disso, prefiro não por pra fora.
Fico remoendo, analisando, questionando.

Tenho carregado a sensação de que me falta algo.
Tenho sentido medo de estar correndo atrás de algo
que nem sei se realmente quero.

Situações de instabilidade me incomodam.
Não gosto de me sentir assim.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Voltei pra casa triste ontem...
Não por mim, mas por você.

Pelo triste "fardo" que você insiste em carregar,
por não se abrir as possibilidades, por não se permitir,
por optar em ser infeliz.

Sim, por que tem sido essa a sua escolha!

E eu, que gosto tanto de você,
eu que já nem sei mais quem você é de verdade,
e que sempre me coloquei à disposição pra todas as vezes
em que seu mundo desaba em lágrimas,
não te condeno... mas já não me coloco mais!

Não depois do que vi ontem.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Ela chegou com uma sacola na mão, abriu e falou assim:
- Essa calça dá em você Manú?
Daí respondi:
- Acho que sim, mas não gosto desse modelo.
Sabe como ela continuou?
- Eu ia te dar!

E me deu...
Mas eu fiquei com a "cara mexendo",
como nessas situações em que quanto mais se argumenta,
mais a situação piora.

Tenho soltado cada "carga d'água"...

Tá ficando feio, preciso me controlar!

terça-feira, 14 de junho de 2011

Preciso me livrar de alguns trabalhos,
conferir algumas coisas,
sempre com prazos, prazos e mais prazos.

Tem horas que minha mente trava, eu acho.
Agora me pego olhando ao redor da sala
com um monte de papéis na minha frente...

Preciso terminar.
Mas tá faltando algo... só por hoje!

segunda-feira, 13 de junho de 2011

sexta-feira, 10 de junho de 2011

"E a gente vive junto, e a gente se dá bem,
Não desejamos mal a quase ninguém...

E a gente vai à luta e conhece a dor,
consideramos justa toda forma de amor!"

*Meu irmão mais lindo.
Acordei com um beijo dele hoje.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Há alguns dias, tenho tido problemas
pra encontrar um eletricista e um pintor.

Aliás, até já encontrei... fiz o orçamento,
mas daí pra concluir, é todo um processo!

Começo a ficar na dúvida se é por que sou mulher
ou se a classe é enrolada mesmo...

Tenho pensado em ligar pro "marido de aluguel"!

terça-feira, 7 de junho de 2011

Acho estranho homem que chora...

Já vi isso algumas vezes, mas confesso que de tão estranho,
nunca me convenceu.

Ao contrário, deve ter piorado a situação!

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Já reparou como as coisas que planejamos não nos surpreendem?

O que é planejado não tem o doce poder de emocionar
e não encanta o suficiente pra tocar um coração.

Toda aventura tem que ser imprevisível.

Se você não cair de vez no mundo,
o mundo é que acaba desabando sobre você
e te esmaga "sem dó nem piedade".

Se você não saltar profundo, não saberá jamais o que é viver de verdade!

sexta-feira, 3 de junho de 2011

"amar a si mesmo é desejar o melhor,
é lutar pra ser uma pessoa melhor,
é viver a vida por inteiro e não em pedaços."

Do blog da minha Poia... e a foto? da minha fuga!

quinta-feira, 2 de junho de 2011

quarta-feira, 1 de junho de 2011

É maravilhos saber que se algum dia você tropeçar,
sempre vai ter alguém pra te segurar pelo braço,
te amparar...

Eu precisava parar, olhar várias situações por fora,
reformular conceitos, redefinir meus planos...

Desde as ligações das minhas meninas,
passando pela compreensão de meu pai,
o sorriso de meus primos, o abraço de meu irmão,
ao olhar tão atento de minha mãe.

Eu quero paz pro meu coração!
Voltei renovada.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

sexta-feira, 27 de maio de 2011

quarta-feira, 25 de maio de 2011

quarta-feira, 18 de maio de 2011

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Fico me questionando, analisando, pensando...
Me perdendo nos meus próprios pensamentos.

Chega a ser incontrolável, difícil sabe?

Detesto me sentir assim.
Não é meu, não sou eu!

terça-feira, 10 de maio de 2011

Ás vezes, quando a menina que trabalha na casa de meus avós
falta, desaparece ou simplesmente decide não trabalhar mais,
cabe a mim a missão de dar café a eles pela manhã...

Aproveito e os acompanho.

Converso, dou risada,conto minhas coisas...
Não existe maneira melhor de começar meu dia!

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Às vezes, fico me perguntando de onde vem
minhas atitudes tão egoístas...

Antes de fazer algo por alguém,
me pergunto se esse alguem faria o mesmo por mim.
Analiso as coisas com uma frieza que me surpreende...

Não me dói mais dizer "não", demonstar reprovação a algo,
dizer o que penso ou silenciar quando me convém.

Desaprendi a conjugar verbos no plural...
Eu me sinto mais viva!

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Quando eu era criança uma frase que minha mãe
me falou marcou pra vida inteira:

"Você pode não gostar das pessoas,
mas você deve aceitá-las,
no mundo você não vai conviver só com
que você gosta!"


E meu mundo hoje, é do meu jeito...
é feito das minhas escolhas, das flores, dos espinhos,
das minhas chatices, dos meus problemas,
de compromissos, das feridas,
das humilhações, das minhas grosserias,
superações, defeitos... mas são todos MEUS!!!

Se fico quieta, se grito, se erro,
se acerto... são escolhas...
A gente perde o MEDO de querer agradar ao mundo,
e fica com MEDO de machucar a si mesma...

*Do blog dela... tinha que ser né?

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Trabalhando muito, estabelecendo e cumprindo prazos.
Insônia de volta... dessa vez numa intensidade absurda.

Com o coração amarrado, precisando parar,
descansar, "reduzir a marcha", "por o pé no freio".

Não... eu não vou surtar!

segunda-feira, 25 de abril de 2011

But I never told you what I should have said
No, I never told you

I just held it in!


quarta-feira, 20 de abril de 2011

Eu costumava ir numa padaria...
A dona atendia mal, cheia de pose.
Tempo depois, fechou.

Hoje pela manhã, fui tomar café em outra.
Adivinha quem eu vejo lá? A antiga "empresária".
Mas dessa vez tava atrás do balcão, fazendo os lanches.

Ela não me olhava nos olhos...
Em nenhum instante!

Essa vida é irônica né?

terça-feira, 19 de abril de 2011

Houve um tempo em que eu precisava de uma casa enorme
pra guardar tudo aquilo que eu achava indispensável.
Andei, tomei sol e chuva, ar e vento, brisas e tormentas...

Agora vejo que todas as coisas verdadeiramente importantes
para mim, hoje, cabem dentro de uma calça jeans e
de uma camiseta branca de algodão bem macio...

Não preciso nem de sapatos!

*(Do Mude de Edson Marques)

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Tempo atrás vendi meu carro.
Tinha uma série de problemas com ele...
Iam de despesas a mecânica (que eu já não entendo nada),
passando por comentários de "zelo" e "preocupação" comigo.

Vendi.
Não só pelos motivos citados acima,
como também por conta de uns planos que fiz...
Preferi abrir mão e comprar uma moto.

Resolvi a questão da redução de despesas, da mecânica...
Mas o os comentários sobre "zelo" e "preocupação" só pioraram.

Eu não ligo não sabe?
Sei que o cuidado tem que ser redobrado mesmo.
Mas às vezes tem gente que extrapola.
Toca no assunto e me enche de recomendações a cada vez que me encontra!

Fico na dúvida se é falta de papo ou faz por provocação mesmo.
Juro que evito ser grosseira.
Só que hoje, em plena segunda-feira, eu saindo atrasada
e acabado de acordar... aí não prestou né?

Quero só ver o resultado agora!

sexta-feira, 15 de abril de 2011

quinta-feira, 14 de abril de 2011

"descobriu que não é todo mundo que vale agradar..."

da minha sessão nostalgia!*

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Não sei mais "remoer", ficar criando hipóteses, situações.
Eu não me permito... mas tem se tornado inevitável!
E a pior parte é que você tem permitido.

Ao mesmo tempo não posso te cobrar nada.

No consenso das coisas as quais você acredita te fazerem bem,
também estão as suas atitudes pra me poupar
de algo que nem sei o que é, mas que me preocupa tanto.

Talvez seja justamente por isso:
por não decifrar, não descobrir, não poder arrancar... muito menos ajudar.

Faz com que eu me sinta impotente de alguma forma.
Escrevendo aqui fica mais fácil discernir que esse deve ser o maior problema.

Me desculpa, mas desculpa mesmo.
A partir de hoje respeito o seu espaço e deixa que comigo eu me resolvo!

terça-feira, 12 de abril de 2011

Aqui não caberiam todas as nossas risadas,
as peripécias, cumplicidade, companheirismo...
Nem todas as outras coisas pra falar de você minha Tita!

Eu te amo tanto, torço tanto pra te ver feliz, sempre mais feliz...
Que "papai do céu" te abençõe e te mantenha em minha vida
por milhares e milhares de anos!

Calma e juízo pra tocar essa vida tá?
Ah, e aproveita que o dia hoje é todo seu!!!

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Um monte de coisas dando certo, caminhando...
Mesmo que às vezes eu queira que tudo corra
ao invés de simplesmente caminhar.

Mas tá tudo bem!

Em meu peito sempre tem algo gritando,
dizendo que tudo vai dar certo e que
se não for de um modo, será de outro.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Então ficamos assim:

Eu, o boliviano, 2 pãezinhos mineiros, uma Fanta bem gelada
e minha ansiedade à "flor da pele"...

Deve passar logo, devo resolver logo.
Vai ver!

quinta-feira, 7 de abril de 2011

É que a humanidade na maioria das vezes age assim:
Primeiro condena, julga...
Depois é que forma opinião!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Amiga minha tá com planos de casar.Alinhar ao centroMe procurou no domingo, tivemos uma conversa...

Ciente de alguns "deslizes", afirmou que não consegue
deixar de demonstrar a ele que sabe, do famoso "passar na cara".
Mesmo assim, quer continuar.

Nunca tive esse tipo de plano como prioridade,
devo ter tido sonhos um pouco diferentes dos de algumas amigas...
Mas isso não vem ao caso agora.

Sou de intensidades. Casar tem que ser PRA SEMPRE.
Mesmo que pareça "clichê", "cafona"... não ligo!
Não se pode construir uma família pela metade,
manter seu pé atrás pra cada atitude da pessoa amada.

Quem diz que perdoar é esquecer tá sendo hipócrita.
Não sou santa, não esqueço não.
Mas perdoar vai muito além disso... Perdoar é superar!
Se acha que não dá, inventa outro jeito.

É que certos sofrimentos são opcionais!

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Eu não tenho o costume de pedir desculpas
por coisas que eu não me arrependo de fazer.
E não peço!

Não sei fazer nada sob pressão,
com análises, olhos minuciosos,
mesmo com a mania que tenho de observar tudo.

Acho diferente...
Não desdenho dos sonhos de ninguém,
ou do simples fato de alguém estar aprendendo algo
e me limito a não comentar sobre coisas que não sei dizer,
que não tenho certeza.

É que tenho "vergonha". Mas não dessas de timidez.
É na cara mesmo...
Dessas que vem acompanhadas de "bom senso" e "noção"!

domingo, 27 de março de 2011

Não... não são todas as minhas extremidades
que eu consigo registrar aqui.

Exemplo vivo disso, são as últimas coisas que tem me acontecido.
A inciativa de abrir mão de algo, um bem, visando algo no futuro...
sem me importar se vai parecer regressão ou não.
Ainda assim, tenho aceitado os desafios que eu mesma me imponho
ou que a vida simplesmente decide jogar em meu colo.

Da paciência que preciso ter comigo mesma e não tenho...
Da ansiedade que não consigo conter
ao perceber que tanta coisa tem mudado ao meu redor...

Me refiro também a você.
Um misto de sensações tão boas as quais não sei descrever,
que dirá transcrever, registrar aqui.

E em meio a tudo isso, traço os meus planos...
É que eu sei o que quero da mesma maneira que acredito que vai dar certo!


quinta-feira, 24 de março de 2011

terça-feira, 22 de março de 2011

Era tudo a mesma coisa, as cores eram todas iguais...
Até que eu parei de pensar demais, decidi levantar as cortinas,
limpei todas as teias de aranha, e comecei a deixar a luz entrar!


quinta-feira, 17 de março de 2011

Já tomei banho, chocolate, até remédio...
Vontade de comer umas frutas que tão na mesa da cozinha...
Agora tô aqui... na internet!

Minha insônia é assim: Inquieta, impaciente, aflita.
Pior que dessa vez não há motivo específico.
Pra ser mais clara meu dia foi bom sabia?
Desses que traz a sensação de que a sua vida realmente tem caminhado.

Me perco em pensamentos, análises...
Mais tarde já sei que fico "ligada na tomada"...
Louca pra por o trabalho da minha mente em prática.

Detesto saber que o resto das pessoas dorme
enquanto eu também quero e PRECISO fazer o mesmo,
mas simplesmente não consigo.

É horrível!

quarta-feira, 16 de março de 2011

If I said my heart was beating loud
If I said I want your body now
Would you hold it against me?

domingo, 13 de março de 2011

E depois do trampo, a Nega não se rende ao cansaço
Se tem sinistro lá na esquina, ela modera o passo

Pra descolar uma grana, não agulha ninguém
É livre, inteligente, e o seu salário é mil e cem

Ô, nêga! Anda mexendo com meu coração
Quando ela chega, já vai mudando a situação
Ela me esquenta, ela é marrenta!

(1.100,00 - Ana Carolina)

sexta-feira, 11 de março de 2011

quinta-feira, 10 de março de 2011


Meu coração pula sempre em nome da alegria.
Tenho 90.000 Km de vasos repletos de flores, sou movida a emoções...
Vivo saltando profundo, toda hora, todo segundo...

Inconscientemente!

quarta-feira, 9 de março de 2011

De volta a minha rotina...
Com um "maremoto de informações" na cabeça...
Viajar faz bem né?

Depois compartilho os meus dias coloridos aqui!

quarta-feira, 2 de março de 2011

Tanta coisa mudando...

Às vezes é necessário discutir com alguém pra conseguir o que se quer,
se desdobrar pra pagar suas contas que estouraram,
sustentar o preço do carro pra seguir rumo ao progresso...

Correr e correr muito contra o tempo,
se perder em horários, argumentar e convencer gente,
analisar palavras ditas e gestos feitos,
pagar pra sair de uma situação complicada,
olhar nos olhos de alguém pra fazer com que ele se sinta importante pra você.

Comprar uma calça e descobrir que agora ao invés de 40, o manequim é 38.
Aliás, essa deve ter sido a melhor parte dos últimos dias...
Siiiiimmmm, a academia tem dado resultado!

E em meio a todas essas coisas, me deparo com o olhar de minha mãe:
- Você é uma mulher feita, não tenho mais dúvida disso!

Quer coisa melhor?

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

É que tem coisas que nem Mastercard compra...
Toca essa vida!


Tomando decisões que ferem o peito,
corroem a alma...
mas na certeza de que vai ser melhor assim!

Dramático né? Por hoje já chega.
Vou procurar alguma coisa pra sorrir e depois eu volto.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Tempo atrás eu tava fazendo terapia...

Eu tinha o hábito (aliás o triste hábito),
de me preocupar com o que os outros iam pensar de mim,
de querer ser boazinha, de dizer SIM, SIM, SIM.

O fato é que eu me machucava muito com isso.

Daí fui aprendendo a analisar as coisas de fora,
a me colocar no lugar do outro sem esquecer de mim mesma,
a observar com a RAZÃO e não com a EMOÇÃO.

Confesso que levei um tempo... mas me machuco menos.

Agora ser má me faz um bem enorme!

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Sentindo uma necessidade absurda
de mudar em alguns aspectos...

Vou colocar em prática... já tá na hora!

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Comece a enxergar mais as mãos de Deus em tudo,
inclusive em você! Nada tema...
Admita simplesmente que Deus está sempre por perto,
bem aí dentro do seu coração, dentro de sua vida,
onde sempre esteve...

*Do blog da Poia... achei lindo, quis copiar e compartilhar!

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Essa semana meu carro quebrou...
Cada dia aparecia uma coisa!

Da série de probleminhas que vão se acumulando
e na hora de serem resolvidos devem ser feitos de uma vez só.

Até aí, tudo bem...
Aproveitei pra ir trabalhar andando de manhã,
sol gostoso, uma delícia.

Com minha mania de observar tudo,
enquanto caminhava na ponte,
notei que nos últimos dois dias um homem ficava agachado
tirando os "matinhos" que ficam no canteiro.

Hoje ele tava terminando...
Devemos ser assim na vida sabia?
Persistentes, confiantes, sem desistir nunca!

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Estranha, intrsopectiva...

Acontece todo ano,
a cada vez que meu aniversário se aproxima.

É chato!

domingo, 30 de janeiro de 2011

Vontade de escrever muitas coisas,
de expressar outras...

Mas no peito há um misto de sensações enorme
que nem eu mesma sou capaz de decifrar...

Da série de coisas que só o tempo esclarece,
permanece e estabelece...

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011


Tá bom, vai!

Certas coisas acontecem só pra eu entender
que nem sempre tudo funciona do meu jeito...

Mas hoje é um novo dia, com um novo caminho
a trilhar, a viver, a ousar... eu sei que é.

Vámbora? Só me resta agora uma alameda de cores e flores
que eu quero trilhar palmo a palmo!

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Sempre melhoraaaaando...
Com toda força e fé que possa existir...

Só por que Deus é maravilhoso comigo!

terça-feira, 25 de janeiro de 2011


Andava chateada com algumas coisas...
Tomei determinadas atitudes que não deram muito certo...

Continuei chateada, não vou mentir.

Em se tratando de sentimento, mágoa, tudo é mais complicado.
Ainda mais quando se refere a outras pessoas e não a nós mesmos.

Mas eu sei que vai passar...

Existem laços muito mais fortes que toda e qualquer barreira
que possa surgir entre nós!

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

E ás vezes finjo que não sei o que acontece comigo,
quando você tá por perto...

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Não,
eu ainda não consigo escrever sobre certas coisas...
Mas uma hora eu sei que vou conseguir!

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Hoje o dia não foi fácil.
Corrido, cheio de surpresas, cansaço...

Desses em que você se prepara pra alguma coisa
mas no exato momento em que ela acontece,
você também se descobre despreparado.

Certas situações de recomeço me indagam, incomodam.

Já entreguei nas mãos de Deus!

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Quando eu vejo certas coisas, me dá uma insegurança...

Vai passar!
Eu posso não ser a mais ágil das mulheres,
mas detesto gente lenta.

Gente que não tem segurança nos movimentos,
que consulta sempre algo ou alguém,
que não tem intensidades,
que não "veste a camisa" de nada,
sempre com medo de qualquer coisa.

Fico impaciente.
A ponto de ter vontade de dar um soco na cara.
Sem brincadeira... eu juro!

domingo, 16 de janeiro de 2011

Ontem eu me questionei muitas coisas...

O que leva alguém a insistir numa relação falida?
Por que ter vergonha de suas origens, mas nunca das atitudes?
Qual a sensação de uma mulher que faz de tudo pra ser desejada?

Mas pra o maior questionamento eu consegui resposta.
A melhor possível!

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011


De todo o amor que eu tenho, metade foi tu que me deu
Salvando minh'alma da vida, sorrindo e fazendo o meu eu

Se queres partir ir embora, me olha da onde estiver
Que eu vou te mostrar que eu to pronta
Me colha madura do pé...

(Trecho de Dona Cila - Maria Gadú)

1 cheiro, minha mãe, minha flor... a flor!

De verdade mesmo?

A minha vontade de te conhecer "a fundo" era muito grande.
Mas não posso fazer isso com toda essa máscara,
esse "campo de força" no qual você se reveste e reveste o seu mundo.

Ainda te acompanho... com uma força maior que meu instinto.

Mas também não posso esquecer que pelo que percebo
tudo isso é seu e vai durar um bom tempo, talvez a vida toda.

Ah, menino mal acostumado...
Me falta paciência pra te conduzir!

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011